Nota: Mensagem canalizada por 
Fabiola Silva Ramos, durante a sua iniciação ao mestrado, pelo Projeto Luz


Sobre as iniciações em Reiki, a fonte do amor universal


"Todos trazemos em nós as sementes que nos conduzirão à evolução. Mas para que germinem é necessário a luz e a nutrição necessária. A luz é a orientação necessária para que se saiba em qual direção seguir... as plantinhas, por exemplo, não sabem exatamente que devem crescer para cima, mas seguem a luz e saem-se muito bem. Já a nutrição necessária para a nossa evolução, provém do amor, isto vai garantir que o caminho seja promissor e que os desvios sejam amenizados.

Todos aqui presentes somos responsáveis na contribuição desta luz que faz germinar, que orienta e guia. No entanto, mesmo as pessoas que recebem esta luz, aceitam e agradecem, em algum momento, se fecharão para ela. E não julgueis, pois não há nada de errado nisso. A natureza funciona assim, exatamente assim. Após o dia vem a noite, escura... às vezes se enxerga algo com a ajuda da lua... mas em outros momentos a escuridão se faz total. E percebei que belo: o sol não se pôr em momento algum... A Terra parece não querer que a luz penetre naquele local, prefere a escuridão naquele momento. Mas o sol não deixou de brilhar por isto. O sol não nega sua luz e o seu calor jamais... A Terra precisa girar e proteger da luz aquele lado que ficará na sombra, na escuridão, no descanso, no adormecimento... e não há nada de errado nisto... e não haverá desespero nem julgamento, pois o novo dia virá... Essa certeza está impregnada em cada partícula na face da terra.

E da mesma maneira ocorrerá convosco. Apenas algum tempo depois de contribuirdes com a luz àqueles que a necessitem, da mesma maneira virá a escuridão, a treva, a negação dessa luz tão boa... e virá o adormecimento... É certo que a luz voltará, mas na mente do humano não existe a certeza disso. Ao contrário, a mente do humano cultiva o medo, a dúvida, a ansiedade, a incerteza. A mente do humano possui grande força de destruição, ao permanecer grandes períodos na treva. E é por isto que sois o sol. E é por esta razão que não podereis deixar de brilhar jamais.

Estando nas trevas, o humano parece não ser capaz de perceber a luz que continua irradiando. E com isso, pode sentir-se incapaz de livrar-se das sombras sozinho. Muito tempo na escuridão pode gerar grande enfraquecimento e até mesmo a morte de muitas importâncias ali contida. No entanto se ele for mantido aquecido pelo calor isto ajudará a manter muito da vida ali existente. E este calor provém do amor. E vossa iniciação neste momento servirá justamente para contribuir com a emanação desse amor. AMOR: LUZ E CALOR. ORIENTAÇÃO E MANUTENÇÃO. E vós não julgareis jamais, porque o sol não julga se a plantinha cresceu de mais ou de menos, se é mais ou menos merecedora daquela luz ou daquele calor. Da mesma maneira jamais negareis este calor ao próximo (o sorriso, o abraço, o 'eu te compreendo').

Não duvideis de serdes capaz de manter toda esta constante irradiação. Perguntastes o que é o Reiki e de que se trata. Pois aí está. Fonte imediata da luz e do calor. Fonte inesgotável do amor.

Repito: haverá dias em que tudo parecerá estar nublado. Os fatores físicos e materiais estarão gerando fortes tempestades, verdadeiros vendavais. Com istso, quero vos dizer que os que vos cercam vos cuspirão, vos apedrejarão. Vós tereis a impressão de serdes atingido “mas que injustiça, justo comigo que tanto me esforcei em trazer luz e aconchego?”. Mas percebeis que do mesmo modo que de da parte do sol não há esforço para irradiar toda a sua luz e não espera nenhuma gratidão em troca, do mesmo modo deverá se dar convosco. A energia apenas flui. Incondicionalmente flui a todos e a todas. Não existe a possibilidade de não haverem merecedores. Não existe jamais a possibilidade de que o calor não emane do sol. O sol sabe das tempestades que ocorrem na terra, mas não economiza em sua luz, nem tão pouco, se preocupa em ser mais intenso para compensar o aparente desequilíbrio. Nem de mais nem de menos. Apenas permanece ali, imperturbável, irredutível, simplesmente celestial. E da mesma maneira permanecereis vós.

Não espereis por aplausos, por reconhecimento contínuo, isto não ocorrerá. Foi-se o tempo em que se cultuava o sol. No entanto, sua importância continua a ser a mesma. Continueis a brilhar... pouco a pouco aprendereis a contentar-se e aquietar vossa mente com a satisfação e equilíbrio de seu próprio brilho, de seu próprio calor, e teu ego te aquietarás. Aqui estais assumindo tal compromisso.

E tranquilizai-vos, pois em seu dia-a-dia, durante os momentos de trevas alheias não havereis de oferecer a outra face para aquele que o agride. Simplesmente não vos machucareis. Jamais. Não haverá danos. Pois não haverá ofensa. A externalização do sofrimento do outro não será ofensa a vós. Nem tampouco sentireis pena ou dor diante da situação alheia. O sol não julga. O outro apenas está em sua fase de sombra. E tudo o que tendeis a dar é amor. Porque aí, a vossa luz talvez não tenha como atravessar as grossas nuvens, mas o vosso amor o manterá aquecido e diminuirá o medo destrutivo da mente humana. E graças ao vosso empenho e determinação, o ciclo do crescimento poderá se concluir sem que tenha que recomeçar do zero, dispendendo energias desnecessárias.

Vós perguntai que iniciação é esta. Pois esta é a resposta que tenho a vos dar. Trata-se de uma ancoragem no amor. Uma ligação mais direta e mais pulsante, inesgotável, transbordante, fonte vital e criativa (com poder de criação). Não duvideis um só instante de vossa capacidade, pois sois filhos da luz. Reativeis vossas memórias e resgateis vossos poderes pois sois co-criadores deste vasto universo. Brilhar é permitir expandir-se. Vós sois parte do todo e, por isto mesmo, individualmente vos não sois nada, absolutamente nada. Por isso negar a luz significa apagar-se, seria a única maneira. Não permitais tais apagões. A luz deve ser incessante.

Essa iniciação é a ampliação de vossos horizontes. Significa a capacidade de uma percepção mais sólida da amplitude e vastidão de que vos cerca e da qual fazem parte. Trata-se de um passo a mais para reconhecer a celestialidade existente em vós. Espera-se que permitai-vos vivenciar cotidianamente esta luz. Abri-vos vossos corações e permiti-vos esta entrega.

Guardai esta breve orientação caso sintas que possa-vos ser útil em algum momento. Ela vos ajudará na auto-proteção contra o medo da sombra alheia assim como a avareza do ego que ainda carregais dentro de vós."